Mais um fantasma

Ontem, novamente, eu estive em São Bernardo do Campo. E, mesmo após um ano e um mês morando aqui em São Paulo, ainda me dói voltar pra lá...
É uma saudade, uma sensação bem dolorosa... Especialmente quando eu vejo coisas como o bazar em que eu comprava cadernos, canetas, futebol de botão, etc fechado, após sei lá quantos anos...
Ou o mercadinho da esquina transformado em bar...
Ou o shopping lá perto, que estava sendo “transformado” em um novo, com a obra totalmente parada.
Na verdade, essas sensações, eu já tive, quando fui lá outras vezes. Ontem, teve uma sensação nova.
Mesmo quando eu ainda morava lá, eu já sentia como se eu estivesse andando num álbum de fotos. Eu me lembrava de como eram as coisas, das pessoas que eu encontrava, mas eram só lembranças. Era só olhar pros lugares, lembrar como era, e vinha, imediatamente, uma sensação de “isso é passado, não existe mais”.
Agora, ontem, enquanto em andava por lá, me veio, muito clara, a sensação de que eu estava fora do lugar. De que eu não deveria estar lá, porque eu não pertenço mais àquele lugar, nesta época.
Enfim, ontem, eu percebi que eu sou mais um dos fantasmas que eu via em toda esquina, quando eu andava por São Bernardo.
É. Apenas isso, e não mais do que isso. Apenas mais um fantasma.

FUI!

Comentários

Postagens mais visitadas