Heróis, messias, empresários...

Oi, gente!
Sexta-feira passada, eu comprei um gibi do Homem de Ferro, uma edição especial da Panini, mostrando um novo início pro herói (não, não é a adaptação do filme, mas tem algum material sobre ele). São quatro edições americanas condensadas em uma de 116 páginas, muito legal. Mas o que me chamou a atenção foi o início da história.
Nesse início, vemos um dia em que Tony Stark (o Homem de Ferro, pra quem ainda não sabe) vai dar uma palestra sobre novas tecnologias. Ele vai com uma roupa social, mas algo que descontraída - não se parecendo muito com um executivo. O público? Formado por gente de tudo quanto é idade, mas todos com uma coisa em comum: eles idolatravam Stark! Traziam faixas, cartazes, gritavam... era como se um astro pop estivesse entrando no palco!
Como se fosse alguém que fosse mostrar coisas maravilhosas que tornariam a vida maravilhosa! Especial!
O cara que bolou essa cena foi particularmente feliz! Na hora, eu me lembrei de duas personalidades do mundo real: Bill Gates, da Microsoft, e Steve Jobs, da Apple.
Sim, isso se aplica muito mais ao segundo do que ao primeiro, mas reparem que, cada vez que eles vão entrar no palco, há expectativa! As pessoas (e não só o pessoal de TI) ficam ansiosas, esperando o que eles têm a dizer, o que eles têm a mostrar! Como se fossem alguém que fosse mostrar coisas maravilhosas que tornariam a vida maravilhosa! Especial!
Gates vai se aposentar do comando da Microsoft neste mês - já sentiu que seu tempo passou e é hora de ficar de lado, enquanto a sua firma tenta fazer a transição do off-line para o on-line. Mas, ainda assim, quando ele fala, a gente pára pra escutar! Ei, é o cara que nos deu o Windows - provavelmente, o sistema que você está usando agora (assim como eu!)! Se não fosse o Windows, provavelmente não teríamos nada disso que temos hoje em termos de computação pessoal, internet, etc! Já Steve Jobs...
Pois é! Hoje, nos Estados Unidos, Jobs & Cia deram largada na WWDC 2008, a feira para desenvolvedores da Apple. Além do lançamento do tão aguardado firmware 2.0 para o iPhone, o mundo (sem exagero!) estava aguardando o lançamento do novo iPhone - o 3G! Que veio!
E tudo numa apresentação perfeitamente orquestrada, com Jobs de tênis, jeans e camiseta, sendo aplaudido a cada novo anúncio! Era um pouco menos do que uma comemoração de gol! Aliás, em tempo: da outra vez que ele falou, na MacWorld, em janeiro, ele derrubou o Twitter! Sério! O serviço caiu! Tava tudo mundo querendo transmitir a palestra! Que força que esse cara tem!!
Como se fosse alguém que fosse mostrar coisas maravilhosas que tornariam a vida maravilhosa! Especial!
Fiquei pensando... Sim, eu estava acompanhando tudo! Mesmo no trampo, eu estava com uma aba do navegador aberta no Engadget, na página em que eles iam atualizando as coisas conforme iam acontecendo! Sim, eu também estava ansioso para ver o iPhone 3G! Mesmo que não tenha planos de comprá-lo...
...
Enfim, eu fiquei pensando em como a gente está jogando a nossa atenção, as nossas energias, nessas novas tecnologias, nesses aparelhos que, sim, melhoram nossas vidas, mas não resolvem nossos problemas pessoais, nossos problemas de relacionamentos...
...
Mas que eu fiquei morrendo de vontade de um iPhone 3G, ah, se eu fiquei!! Ainda mais que a Claro anunciou que vai trazer o bichinho pro Brasil!! Pena que isso vai ser caro!...
...
Ah, quer saber? O que eu queria mesmo é que o Jobs anunciasse a iGirlfriend 3G!!! ESSE é o "gadget" pelo qual estou esperando!!
;)

Comentários

Postagens mais visitadas