Coisas do Brasil

Oi, gente!

Feliz Ano Novo?

Sabem, uma das (muitas) coisas que eu cresci ouvindo é o Brasil só começa a funcionar depois do Carnaval. Eu acreditei nisso por muito tempo, até que eu cresci e comecei a perceber que, não raro, minhas aulas começavam antes do Carnaval (geralmente, era na primeira semana de fevereiro) e também que, religiosamente, meu pai voltava pro trabalho já no 2 de janeiro - aliás, eu estou nessa também, agora!

É claro que há determinados setores que só começam mesmo a funcionar depois do Reinado de Momo (e vocês com certeza tem exemplos disso!), mas eu não faço mais essa generalização.

Ônibus

Hoje, eu dei uma "esticada" lá por Sampa, ao invés de voltar direto para casa. E peguei uma das duas linhas de ônibus que me levam até o metrô.

E, de novo, o ônibus quebrou! Não, minto: o ônibus quase quebrou: o motorista conseguiu dar um jeito!

E isso porque era um dos ônibus antigos. Porque os ônibus novos, novinhos em folha dessa linha estão dando mais problemas que os velhos! Eu já fiquei a pé uma vez por causa disso!

Aí, tem duas coisas: primeira, que esses ônibus novos tem muito mais eletrônica embarcada. Essas peças eletrônicas são muito mais sensíveis. E motoristas de ônibus não são famosos pela delicadeza.

Segunda, que quem escolhe os ônibus que vamos tomar raramente pisa num ônibus. Mas usam o dinheiro da nossa passagem.

Vida Simples

Pois é! Um vício MUITO ruim que nós temos, aqui no Brasil, é só falar mal do nosso país! Sim, eu sei que há uma pancada de coisas ruins, por aqui (até agora, eu já citei três, neste texto!), mas a gente se esquece de que há, sim, qualidades aqui na Terra de Santa Cruz.

Para nos ajudar na difícil tarefa de gostar da nossa pátria, a revista Vida Simples mandou, na sua edição de janeiro, uma lista com 100 coisas para amar no Brasil! Convido todos a clicarem no link da matéria, ali atrás (ou aqui), e verem que, sim, há o que se admirar neste "país tropical/Abençoado por Deus/Bonito por natureza". E eu digo que posso acrescentar coisas à lista!

Não, não estou tentando tampar o Sol com a peneira, em hipótese alguma! Há o que corrigir, aqui, muito! Mas que tem coisa boa, tem!!

Ah, e uma coisa: eu sei falar inglês, e sempre me perguntam porque eu não vou morar fora, num país (em tese) mais desenvolvido. Mas, quando penso em deixar o Brasil, a primeira coisa que me vem à mente é o número 100 da lista da Vida Simples...

FUI!

Comentários

Postagens mais visitadas